Simulador de Cálculo

3 minutos para ler

Mantendo o seu compromisso de mover toda a empresa na direção da realização de sua MISSÃO, a Seu Consumo desenvolveu uma ferramenta absolutamente inovadora, aberta e gratuita para que o síndico não precise mais lidar com conflitos e, principalmente, porque cada condômino merece pagar apenas pelo que consumiu.

Por se tratar de um tema árido, que envolve conhecimentos jurídicos e matemáticos, alguns síndicos têm dificuldade em escolher a metodologia mais justa para proceder a precificação do consumo individual da água. Como respiramos condomínio em nosso dia-a-dia e vivemos de perto os problemas de nossos clientes, percebemos que essa é a maior dor que o síndico vivencia durante a implantação da individualização. E foi exatamente por isso que a Seu Consumo criou o SIMULADOR DE COBRANÇAS.

Por enquanto, o simulador é exclusivo para clientes atendidos pela COPASA-MG, mas aos poucos será expandido para os clientes de outras concessionárias.

Continue lendo esse texto para conhecer a ferramenta em detalhes.

Essa é uma ferramenta voltada para síndicos de condomínios cuja água já é individualizada, mas que estão tendo dificuldades no momento de transformar o consumo apurado (em m³) em valor a pagar (em R$).

Assim sendo, para utilizar o SIMULADOR DE COBRANÇAS é importante que você tenha em mãos:

  • O último relatório de consumo individual.
  • A última conta de água

Agora acesse o simulador em https://simulador.seuconsumo.com.br/ e depois é só seguir os seis passos descritos abaixo.

Passo a passo para usar o SIMULADOR

PRIMEIRO PASSO

Inserir o número de apartamentos do condomínio exatamente igual informado na conta da COPASA

SEGUNDO PASSO

Inserir o volume faturado pela COPASA-MG

TERCEIRO PASSO

Inserir o valor total faturado pela COPASA-MG.

QUARTO PASSO

Inserir o consumo individual de cada unidade no campo “Consumo (m³)” do SIMULADOR DE COBRANÇA

QUINTO PASSO

Clicar em “Métodos de Cobrança” e simular os vários métodos disponíveis na plataforma Seu Consumo.

SEXTO PASSO

Na tabela resumo, é possível analisar se o volume consumido dentro das unidades é maior ou menor que o faturado pela COPASA-MG e, também, se o valor arrecadado pelas unidades foi maior ou menor que o valor pago pelo condomínio à COPASA-MG

No exemplo utilizado acima, o condomínio de seis unidades situado no bairro Prado, em Belo Horizonte consumiu 3,114 m³. Esse valor foi calculado considerando a diferença entre somatório do consumo das unidades e o volume medido pela COPASA-MG no macro medidor do condomínio. Em relação aos valores, baseada na metodologia de precificação do consumo utilizada, o condomínio arrecadou R$29,18 a menos do que pagou à COPASA-MG. Esse é o valor do consumo de água nas área comuns.

É importante simular outros métodos para entender qual se adequa melhor na situação do seu condomínio.

Como já foi dito nesse post, é importante ter em mente que a individualização de água tem a função de rateio de despesas e não punir ou beneficiar os moradores. Se você mora em um condomínio e está precisando de maiores esclarecimentos sobre esse assunto, acesse https://seuconsumo.com/ e entre em contato conosco.

Posts relacionados

Deixe um comentário